Hospital Moriah oferece o serviço de urodinâmica para diagnóstico de disfunções miccionais em homens e mulheres

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo menos 10% da população mundial têm incontinência urinária. Isso significa milhões de pessoas que têm que se preocupar em ter um banheiro próximo em cada passo de sua vida. São pessoas que têm seu bem-estar afetado, além do constrangimento diário, podendo levar até a um quadro de depressão.

A incontinência urinária é a perda súbita de urina, que afeta tanto homens quanto mulheres, e pode ocorrer em qualquer idade. As disfunções miccionais atingem cerca de 10 milhões de brasileiros e podem ser decorrentes da bexiga neurogênica, hiperplasia prostática benigna e enurese noturna infantil, entre outras.

As principais causas que levam à incontinência são Bexiga Hiperativa, Bexiga Neurogênica (causadas por Doença de Parkinson, AVC, lesões medulares, entre outras), a Bexiga do Idoso (com perda da elasticidade da bexiga e fraqueza muscular da bexiga em decorrência do envelhecimento) e a deficiência esfincteriana pós-parto (no caso das mulheres). Interessante ressaltar que uma doença bastante comum, o Diabetes Mellitus, pode ser causa destas condições.

No caso dos homens, os tratamentos do câncer de próstata com cirurgia ou radioterapia podem levar à incontinência, por algum tempo ou de forma irreversível. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, 5% dos homens submetidos à retirada da próstata (prostatectomia) ficam com esse tipo de sequela.

O tratamento inicial da Incontinência é conservador. Além de mudanças comportamentais, como diminuir a ingestão de líquidos à noite, perder peso e fazer menor uso de bebidas à base de cafeína, a fisioterapia é uma grande arma para melhorar a força e elasticidade pélvica.

Em casos extremos, é necessária a intervenção cirúrgica, que pode ser mais ou menos invasiva, de acordo com a condição e técnica escolhida.

No serviço de Urodinâmica do Moriah, que já faz parte do Instituto da Próstata, que será lançado em abril, a infraestrutura e equipamentos para o diagnóstico e para o tratamento estão aliados a uma equipe qualificada para o atendimento de todos os casos e tipos de pacientes. Mas é a humanização o grande diferencial. “Por ser o tratamento de uma condição que traz embaraços e perda da qualidade de vida do paciente, é importante uma equipe diferenciada no cuidado com o ser humano, que o trate com acolhimento e empatia, desde o agendamento até o final do atendimento”, garante o responsável pelo Serviço, Dr. Ricardo Vita.

As disfunções miccionais e Estudo Urodinâmico serão abordados no I Simpósio Moriah de Doenças da Próstata

No próximo dia 10 de abril, o I Simpósio Moriah de Doenças da Próstata irá apresentar uma mesa de discussão sobre Hiperplasia Benigna da Próstata (HPB). Nessa mesa serão discutidos diversos temas sobre o diagnóstico e o tratamento incluindo a indicação de urodinâmica para os pacientes (antes e após o tratamento da HPB).

Hospital Moriah

Avenida Moaci 974 - Moema 04083 002 - São Paulo SP

Email

contato@hospitalmoriah.com.br

Telefone

55 11 5080 7800

Redes Sociais