Sobre o procedimento

Imagem ilustrativa sobre terapia profundaA DBS (Deep Brain Stimulation), também conhecida como Terapia de Estimulação Cerebral Profunda, é uma entre as mais modernas neurocirurgias funcionais da atualidade. O tratamento, que integra um minucioso acompanhamento clínico antes e depois do procedimento cirúrgico, consiste na implantação de um de um dispositivo médico no cérebro que atuará como uma espécie de marcapasso (similar aos utilizados em cirurgias cardíacas), capaz de estimular zonas específicas do cérebro. Com isso, pacientes acometidos pelos tremores do Mal de Parkinson, distonias e outras doenças neurofuncionais podem recuperar consideravelmente o controle de seus movimentos, graças aos sinais elétricos emitidos pelo aparelho.

As etapas da DBS
Primeiramente, o paciente é submetido a uma série de avaliações clínicas, incluindo a realização de testes conduzidos por especialistas em movimentos anormais seguido de avançados exames de imagem, como a ressonância magnética, capaz de investigar com altíssima precisão quais são as regiões afetadas do cérebro. Quando aptos à DBS, os pacientes do Hospital Moriah podem contar com um grande diferencial durante a execução da cirurgia de implante dos neuroestimuadores cerebrais. Além da coleta de dados obtidos através da ressonância magnética, o cérebro também será mapeado por uma avançada tomografia intraoperatória. O cruzamento das imagens detalhadas geradas por ambos os procedimentos é fundamental para que as áreas afetadas sejam milimetricamente localizadas, tornando-se alvos acurados para o implante dos eletrodos. O alto grau de precisão da técnica é indispensável para promover a estimulação adequada no local correto e promover a melhoria das funções cerebrais e motoras. Durante o procedimento, o sistema DBS é implantado em etapas. O primeiro passo é a fixação dos eletrodos no cérebro, de acordo com o posicionamento obtido nos exames de imagem. Em seguida o paciente recebe as extensões dos eletrodos que são implantados sob a pele, indo do pescoço até a região do peito. Por fim, o aparelho neuroestimulador é conectado às extensões e é instalado próxima a região abaixo da clavícula. Vale ressaltar que todo o procedimento é conduzido com o paciente anestesiado, com o apoio das mais avançadas técnicas e equipamentos cirúrgicos para reduzir o impacto das incisões.

Depois da cirurgia
Após o implante dos componentes neuroestimuladores, o paciente geralmente recebe alta após dois dias, com o aparelho ainda desligado. Assim inicia-se uma importante etapa do tratamento, em que o neurocirurgião fará o acompanhamento clínico e aferição do dispositivo, regulando a intensidade dos estímulos cerebrais de acordo com as necessidades de cada caso e suas especificidades. O tratamento completo com a DBS tem se mostrado muito promissor para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes, controlando consideravelmente os tremores incuráveis causado pelo Mal de Parkinson, como também apresenta resultados muito positivos para o tratamento de diferentes tipos de distonias, espasticidades e também pode ser indicada no tratamento de dores intensas causadas por outras doenças neurofuncionais.Imagem ilustrativa sobre terapia profunda

Equipe médica

Dr. Murilo Marinho

Dr. Murilo Marinho (CRM 120746)

  • Neurocirurgião Responsável pelo Programa de Cirurgia do Distúrbio do Movimento na Universidade Federal de São Paulo.
  • Clinical Fellow em Cirurgia de Epilepsia e Neurocirurgia Funcional no Instituto Neurológico de Montreal – Mcgill University, Montreal, Quebec – Canada
  • Research Fellow em Distúrbio do Movimento e Neurocirurgia Funcional na Universidade da Florida – Gainesville, Florida USA.
  • Residência em Neurocirurgia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP.
  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Estereotaxia e Neurocirurgia Funcional.
  • Membro da Sociedade Internacional de Parkinson e Distúrbio do Movimento.
  • Membro Titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN).

Neurocirurgião responsável pelo Centro de Transtorno do Movimento do Hospital Moriah, o Dr. Murilo Marinho (CRM 120746) formou-se em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista, em 2005. Concluindo sua residência Neurocirurgia na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto/FAMERP, em 2011. Neste mesmo ano recebeu o título de Especialista em Neurocirurgia pela SBN/AMB e iniciou seu período de Clinical Felloship pela Escola Paulista de Medicina/EPM UNIFESP, especializando-se Cirurgia de Epilepsia e Neurocirurgia Funcional.

Desde então, o Dr. Murilo Marinho tem aprofundado seus conhecimentos e sua carreira acadêmica no tratamento clínico e cirúrgico de diversos males neurológicos, tornando-se um dos mais respeitados nomes em seu campo de atuação, tanto no Brasil como no exterior. Suas especializações incluem Clinical Felloship em Cirurgia de Epilepsia e Neurocirurgia Funcional no Instituto Neurológico de Montreal, realizado na Mcgill University – Montreal, Quebec, no Canadá. Além disso, realizou pesquisas em Distúrbio do Movimento e Neurocirurgia Funcional na Universidade da Flórida (Gainesville, EUA).

Entre especializações e congressos nacionais e internacionais, o Dr. Murilo Marinho também foi responsável por uma série de publicações acadêmicas e científicas, como por exemplo: Zelmann R, Beriault S, Marinho MM, Mok K, Hall JA, Guizard N, Haegelen C, Olivier A, Pike GB, Collins DL.Improving recorded volume in mesial temporal lobe by optimizing stereotactic intracranial electrode implantation planning: Int J Comput Assist Radiol Surg. 2015 Oct;10(10):1599-615. doi: 10.1007/s11548-015-1165-6. Epub 2015 Mar 26. Hamad AP, Caboclo LO, Centeno R, Costa LV, Ladeia-Frota C, Junior HC, Gomez NG, Marinho M, Yacubian EM, Sakamoto AC. Hemispheric surgery for refractory epilepsy in children and adolescents: outcome regarding seizures, motor skills and adaptive function. Seizure (2013 Nov;22(9):752-6).

Atualmente, o Dr. Murilo Marinho é Membro Titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), da Sociedade Brasileira de Estereotaxia e Neurocirurgia Funcional e também faz parte de inúmeras Sociedades ao redor do mundo como: Sociedade Internacional de Parkinson e Distúrbio do Movimento e a Sociedade Mundial de Estereotaxia e Neurocirurgia Funcional . Trabalhando nos últimos anos como Neurocirurgião Responsável pelo Programa de Cirurgia do Distúrbio do Movimento da Universidade Federal de São Paulo, além de liderar e supervisionar o time de especialistas em DBS do Hospital Moriah, sempre com o intuito de oferecer uma tecnologia de ponta aos seus pacientes, assim como é feita em grandes centros ao redor do mundo, especialmente Europa e na América do Norte.

Centro médico cirúrgico

Uma das missões do Hospital Moriah é promover a inovação técnica e científica no contexto hospitalar. Para isso, há uma abordagem especial quanto a elaboração da estrutura e voltada à promoção e recuperação da saúde de seus pacientes.

Assim como em todo seu parque tecnológico, tanto a equipe médica quanto os pacientes que farão a terapia de DBS podem contar com os mais completos e modernos aparelhos para o desenvolvimento de todas as etapas do tratamento.

Ainda durante a fase de exames clínicos e diagnósticos, o candidato à DBS vai encontrar um dos mais modernos aparelhos de ressonância magnética da atualidade. A precisão obtida nos exames de imagem é fundamental para o sucesso da técnica pioneira realizada pelos especialistas em cirurgia de DBS do Hospital Moriah. Além da ressonância magnética, o neurocirurgião também submete o paciente a uma das mais avançadas tomografias intraoperatórias durante a etapa de instalação dos eletrodos no cérebro.

O cruzamento das informações obtidas nos dois exames proporciona ao neurocirurgião uma precisão ainda mais apurada para a localização das áreas cerebrais afetadas, permitindo que a instalação do dispositivo seja milimetricamente ajustada.

Além disso, o centro médico-cirúrgico do Hospital Moriah está equipado com equipamentos de neuronavegação que estão na vanguarda da tecnologia médica. O sistema computadorizado permite que o cirurgião atue com plena visão a acurácia durante todo o procedimento, e ainda proporciona incisões menores e menos invasivas. Até mesmo as conexões necessárias para a junção entre os eletrodos e aparelho neuroestimulador são cuidadosamente feitas sob o couro cabeludo, evitando grandes cicatrizes.

O próprio dispositivo para a terapia de DBS é um dos mais avançados da atualidade, proporcionando os estímulos necessários para a correção dos tremores de forma assertiva e adaptando-se à fisiologia do paciente com muita discrição, já que o implante só pode ser notado como uma pequena protuberância sob a pele.

A união entre tecnologias avançadas e um time multidisciplinar altamente qualificado é uma das marcas do Hospital Moriah para a realização da terapia de DBS em todas as suas etapas, com o foco na melhoria da qualidade de vida de seus pacientes.

Estrutura

Unidade de Internação

Os pacientes contam com uma equipe de enfermagem altamente qualificada para orientá-los e apoiá-los durante o processo assistencial. O período de internação também é acompanhado pela equipe da Hospitalidade, capacitada para atender as mais diferentes necessidades de pacientes e familiares.

UTI

Na Unidade de Terapia Intensiva, o médico têm à disposição as equipes médica, de enfermagem e fisioterapia altamente qualificadas para apoiá-lo no processo assistencial dos pacientes.
Considerando a importância da família no processo de saúde, a UTI não estabelece restrição ao horário de visitas de acompanhantes e familiares e está localizada numa área estratégica do edifício, onde recebe uma incidência privilegiada de luz natural, característica que humaniza o ambiente. A área conta com monitorização multiparâmetros e ventilação mecânica, todas de última geração, e foi projetada para garantir a qualidade dos cuidados intensivos.

Centro de Diagnósticos

O Centro de Diagnósticos dispõe de recursos diagnósticos de alta tecnologia e um dos diferenciais deste serviço é o acolhimento proporcionado ao paciente. Às equipes médicas é concedida a possibilidade de contato com nossa equipe de radiologia que pode antecipar demandas bem como contextualizar e discutir solicitações e hipóteses diagnósticas.

Hemodinâmica

A hemodinâmica do Hospital Moriah está inserida no conceito de sala híbrida porque viabiliza a realização de procedimentos minimamente invasivos e a campo aberto no mesmo espaço físico.Essa flexibilidade, aliada a equipamentos de sistema de navegação ultramoderno e ao arco cirúrgico, permite realizar cirurgias de alta complexidade, com precisão máxima e segurança para o paciente.

Centro Cirúrgico

O Centro Cirúrgico está estruturado para receber cirurgias de alta complexidade nos padrões internacionais de segurança. As salas operatórias são equipadas com o que há de mais moderno em tecnologia para intervenções cirúrgicas e procedimentos minimamente invasivos.
A cirurgia robótica também já é realidade no Moriah. Nosso centro cirúrgico é o primeiro da América Latina a receber o robô Da Vinci Xi, o mais moderno da atualidade.
Além disso, todo o processo cirúrgico é assistido pela equipe de enfermagem que avalia as demandas de cada equipe cirúrgica e realiza interface com os médicos e seus respectivos instrumentadores e os serviços de apoio para individualizar o processo assistencial de cada equipe.
Os pacientes são diretamente beneficiados com o zelo pelos cuidados humanizados e com a integração das equipes diretamente envolvidas com o processo cirúrgico que aliam os princípios de qualidade e segurança.

Hospital Moriah excelência em valores humanistas

O Hospital Moriah é um dos mais novos e modernos centros médico-cirúrgicos de alta complexidade do Brasil e surge com a proposta de inovar a atenção à saúde neste segmento.

Estrutura

O Hospital Moriah é um dos mais novos e modernos centros médico-cirúrgicos de alta complexidade do Brasil e surge com a proposta de inovar a atenção à saúde neste segmento.

Consultórios

O Hospital Moriah conta profissionais qualificados e comprometidos com uma assistência ética e humana. Todos os médicos são credenciados nas especialidades atendidas.

Convênios

O Hospital Moriah conta com o atendimento a um amplo conjunto de operadoras de saúde.

Política de Atendimento

Também conhecida como o Jeito Moriah de Atender, está fundamentada na junção de três aspectos fundamentais para a saúde.

Responsabilidade Social

A missão, a visão e os valores fundamentais do hospital propõem uma participação na sociedade seguindo os princípios da transparência, ética e na sustentabilidade, buscando o equilíbrio.

Comitê de Ética em Pesquisa

Organismo competente para realizar avaliação ética de todos os protocolos de pesquisa do HM que envolvam seres humanos, respaldado pela Legislação sobre ética em pesquisa vigente.

Hospital Moriah

Avenida Moaci 974 - Moema 04083 002 - São Paulo SP

Email

contato@hospitalmoriah.com.br

Telefone

55 11 5080 7800

Redes Sociais