Nós ligamos pra você!

Deixe seu nº de telefone

[contact-form-7 404 "Não encontrado"]
Tail Spin - Hospital Moriah
Carregando...

Cirurgia de Pé e Tornozelo

Doenças e Sintomas

Halux valgo

O halux valgo, também conhecido como joanete, é um inchaço ósseo que se forma na articulação na base do dedão do pé. Ele é formado quando o dedão do pé empurra o próximo dedo. Sapatos apertados, tensões nos pés e artrite são algumas das causas. Os principais sintomas são deformidade óssea, dor e rigidez.

Lesão no tendão de Aquiles

O tendão de Aquiles, localizado na parte posterior do tornozelo pode sofrer uma lesão por rompimento parcial ou total logo acima do calcanhar, resultando na incapacidade de levantar o pé. A ruptura do tendão de Aquiles pode não ser causada por doenças subjacentes. Algumas causas comuns são trauma físico grave ou lesão. Como todos os tendões no corpo humano, ele pode sofrer inflamação – a tendinite, também causada por traumas ou prática inadequada de atividades, por exemplo, com calçado inadequado.

Fratura por stress

A fratura por stress é muito comum em atletas amadores, mas também em sedentários. Trata-se de uma pequena fissura no osso, causada por movimento repetitivo ou overuse. Os ossos mais acometidos são os dos pés, tornozelos e canelas. O osso se adapta gradualmente às mudanças de atividades realizadas. Quando o osso é sujeito a uma força a que não está acostumado, sem um tempo suficiente para a auto-recuperação, ele pode ficar susceptível à esse tipo de quebra.

Algumas causas

 Esportes como caminhada (especialmente trecking, em terrenos acidentados), corrida de longa distância, basquete, tênis, dança ou ginástica;

 Aumento súbito de atividades para pessoas sedentárias, bem como o aumento repentino de duração, intensidade ou frequência desses exercícios;

 Sexo feminino, especialmente as mulheres que não menstruam;

 Problemas nos pés, como pés chatos ou muito arqueados;

 Fraqueza óssea, condições como a osteoporose;

 Ter tido fraturas por stress anteriormente;

 Falta de nutrientes e desordens alimentares, falta de vitamina D e cálcio.

Tratamento

Novas Técnicas Cirúrgicas nas Cirurgias de Pé e Tornozelo

As técnicas artroscópicas e das cirurgias minimamente invasivas para tratamento das patologias dos pés e tornozelos são cada vez mais empregadas.

Essas técnicas se caracterizam pela menor agressividade e consequente melhor recuperação dos pacientes. Trata-se da utilização de equipamentos que permitem a realização das cirurgias por vídeo ou por técnicas percutâneas, com incisões mínimas.

Cirurgias como a correção das deformidades dos dedos dos pés, em especial as correções do joanete, antes marcadas por serem muito dolorosas e de pós-operatório bastante restritivo, são realizadas com um controle muito mais adequado da dor, com o paciente pisando de forma imediata e tendo alta hospitalar horas depois do procedimento.

O aprimoramento das técnicas cirúrgicas permitiu ainda o início precoce do processo de reabilitação, e o retorno precoce às atividades profissionais e esportivas.

Tendão de Aquiles

As lesões do tendão de Aquiles têm ocorrido com maior frequência nos últimos anos, especialmente pelo positivo aumento das atividades físicas e recreacionais entre os nossos pacientes. A dor no tendão muitas vezes assume caráter crônico, impedindo a manutenção das atividades de impacto como caminhadas e corridas. 

O correto diagnóstico da patologia tendínea, que não se resume a uma tendinite, bem como a implementação de exercícios preventivos, otimização de calçados e eventual uso de palmilhas, podem resolver a dor e impedir a evolução das lesões.

Equipe Médica

Dr. Márcio Freitas

CRM/SP: 83563
Telefone: +55 11 5080 7800

O Dr. Márcio Freitas possui graduação na Faculdade de Medicina da USP (1994) e Residência Médica no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP (1998).

Foi Preceptor do Programa de Residência Médica do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do HC da FMUSP (1999 a 2000), Médico Assistente do Grupo de Pé e Tornozelo e da Traumatologia do IOT-HC-FMUSP (2000 a 2006), sócio e membro do corpo clínico do Vita/SP (2000 a 2020). É Presidente do Instituto Vita (Oscip idealizada em 2004) e já realizou Observership no Allegheny General Hospital in Pittsburgh (2004), visita ao Grupo de Pé e Tornozelo da Clínica Alemaña (Santiago, Chile – 2017) e ao Grupo de Pé e Tornozelo da Universidade de Iowa (IA, EUA – 2019).

É graduado em Medicina pela Universidade Federal do Piauí (2014) e possui Especialidade/Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia pelo Hospital Santa Marcelina (2019). Possui título de Especialista em Ortopedia e Traumatologia pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Subespecialização em Cirurgia do Ombro e Cotovelo no Instituto NAEON (2020) e Pós-Graduação de Medicina do Esporte e Exercício no Instituto BWS (2021). Atualmente, faz parte do Instituto NAEON e atua principalmente na área de cirurgia do Ombro e Cotovelo.