A medicina moderna possibilitou grandes avanços no tratamento de tumores em regiões de difícil acesso, como a base do crânio. O tumor de hipófise, que leva a consequências como cegueira e disfunções hormonais, em crianças e mulheres especialmente, vem sendo tratado de maneira minimamente invasiva e com grande sucesso, propiciando rápida recuperação e bem estar ao paciente.

No último dia 26, o primeiro simpósio realizado no Hospital Moriah, coordenado pelo neurocirurgião Pedro Paulo Mariani, abordou os meios de acesso à região da base do crânio por meio endoscópico, ou seja, introduzindo o microscópico cirúrgico pelas narinas e evitando grandes cortes e a apresentação de novos equipamentos como neuronavegador e instrumentos que facilitam a visualização das áreas, incorrendo em menos danos para os pacientes e dando maior segurança para o cirurgião.

Também foram mostrados casos clínicos para discussão por médicos neurocirurgiões e otorrinolaringologistas.

[metaslider id=”912″]


Compartilhe nas redes sociais

Você também poderá gostar de ler...

Saiba tudo sobre leucemia mieloide aguda

Saiba tudo sobre leucemia mieloide aguda

O quadro "O Hospital Responde", produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV, convidou a Dra. Daniela…

Continue lendo

Saiba mais sobre a insônia

Saiba mais sobre a insônia

O quadro "O Hospital Responde" (produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV) convidou o Dr. Djacir…

Continue lendo

Alzheimer: entenda os fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença

Alzheimer: entenda os fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença

No quadro "O Hospital Responde" (produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV), o Dr. Eduardo Sousa,…

Continue lendo