A Reunião Clínica do Instituto da Próstata do Hospital Moriah, realizada no último dia 12, trouxe duas aulas de extrema importância para o Novembro Azul: os tipos de lesões encontradas nas biopsias e as novidades no tratamento do câncer de próstata.

O primeiro assunto, ministrado pela Prof.ª Dra. Kátia Ramos Moreira Leite abordou o PIN, lesões pré-invasivas da próstata encontradas nas biopsias que são as menos temidas e consideradas um achado irrelevante, como carcinomas in situ; e as ASAP, lesões cujo aspecto não identificam tratar-se ou não de um câncer e sua detecção torna difícil “fechar” o diagnóstico, necessitando de novos exames e até mesmo de uma nova biopsia. Esses resultados são importantes ser esclarecidos para os urologistas para o prosseguimento da conduta com o paciente.

Na sequência, o Prof. Dr. Miguel Srougi falou sobre os avanços no tratamento do câncer, passando pela biopsia transperineal, cirurgia robótica, radioterapia, entre outros.

[metaslider id=”2193″]

As aulas já estão disponíveis, na integra, no canal do Hospital Moriah no Youtube. Para assistir, clique aqui.

As Reuniões Clínicas de Urologia acontecem sempre na segunda terça-feira de cada mês e é possível participar presencialmente, no Auditório do Hospital Moriah, ou através da internet. Para assistir à transmissão online, é necessário fazer um cadastro prévio e gratuito através do site: www.institutodaprostatamoriah.com.br.

O próximo encontro acontece no dia 10 de dezembro. Aguarde!


Compartilhe nas redes sociais

Você também poderá gostar de ler...

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

As hérnias abdominais atingem entre 20% e 25% da população adulta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia.…

Continue lendo

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Segundo um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foram registrados 625 mil novos casos de câncer no Brasil somente…

Continue lendo

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), cerca de 8% das crianças sofrem com algum tipo…

Continue lendo