A trombose mata mais de 1,2 milhão de pessoas no mundo por ano. E agora, com a pandemia, o número de casos aumentou 30% em pacientes que ficaram internados na UTI. Segundo a pesquisa realizada pela Universidade de Oxford, o risco de desenvolver trombose como consequência de uma infecção por covid-19 é até 10 vezes maior. Mas a boa notícia é que é possível evitar a doença e, mesmo pra quem convive com ela, levar uma vida normal. A reportagem do programa Domingo Espetacular (RecordTV) conversou com o cardiologista do Hospital Moriah Dr. Leandro Echenique sobre o assunto. Confira!


Compartilhe nas redes sociais

Você também poderá gostar de ler...

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

As hérnias abdominais atingem entre 20% e 25% da população adulta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia.…

Continue lendo

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Segundo um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foram registrados 625 mil novos casos de câncer no Brasil somente…

Continue lendo

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), cerca de 8% das crianças sofrem com algum tipo…

Continue lendo