Conheça o Instituto de Doenças Valvares do Hospital Moriah: um centro completo com tecnologia de ponta e especialistas qualificados

Fadiga, falta de ar, desmaios e dor no peito podem ser sintomas de doenças valvares, que são as condições que afetam as valvas (ou válvulas) do coração. As válvulas são responsáveis pelos movimentos de abertura e fechamento que levam o sangue na direção correta entre as cavidades do coração e, em seguida, a cada parte do corpo. As valvopatias ou doenças valvares, são um conjunto de enfermidades causadas pelo mau funcionamento de uma ou mais valvas cardíacas.

A qualidade no cuidado de doenças valvares aumentou muito com a evolução das técnicas de reparo ou substituição valvar. A partir dessa evolução, surge o Instituto de Doenças Valvares do Hospital Moriah: um centro completo com tecnologia de ponta e especialistas qualificados.

Por Dentro do Instituto de Doenças Valvares

Sob a coordenação do cirurgião cardíaco Dr. Robinson Poffo (CRM/SP 133469), o Instituto visa ser referência nacional e internacional no cuidado dos pacientes portadores das mais diversas valvopatias e

nos seus diferentes estágios de evolução, oferecendo atendimento multidisciplinar e visão global do paciente, acolhendo-o desde o momento do diagnóstico até o cuidado pós-tratamento, seja ele intervencionista ou cirúrgico, abraçando paciente e família, sempre buscando o que realmente importa para cada indivíduo.

O Instituto é composto por cirurgiões cardíacos, cardiologistas clínicos, hemodinamicistas, ecocardiografistas, anestesistas, radiologistas, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas treinados para tratar de forma humana e individualizada o paciente valvopata. Sempre com ações coordenadas e conjuntas, este heart team estabelece o melhor caminho para cada paciente. Confira!

Jornada do Paciente de Doenças Valvares:

  1. Sintomas: Fadiga, falta de ar, desmaios e dor no peito podem ser sintomas de doenças valvares: estenose valvar, insuficiência valvar ou dupla lesão valvar.
  1. Diagnóstico: Pode ser feito clinicamente, por meio da ausculta do coração, mas somente após exames complementares de imagem, a doença e o tipo de acometimento podem ser definidos por completo.

O exame mais comum e simples para esse diagnóstico é o ecocardiograma – um ultrassom do coração, mas outros exames podem ser solicitados, como a tomografia do coração, angiotomografia, ressonância magnética do coração e angiorressonância.

  1. Tratamento clínico: O tratamento varia de acordo com o tipo de valvopatia e grau de evolução da doença. Geralmente, inicia-se com suporte clínico mas, com o passar do tempo, pode demandar tratamento cirúrgico ou intervencionista.

O acompanhamento clínico pode ser feito com cardiologistas e/ou arritmologistas, visto que as doenças valvares podem causar alterações nos batimentos cardíacos.

Quando não tratadas, as doenças valvares podem comprometer a qualidade de vida do paciente, levando à insuficiência cardíaca progressiva (fadiga do coração).

  1. Tratamento Cirúrgico: As intervenções na válvula são recomendadas de acordo com o seu grau de deterioração. Em alguns casos, o paciente pode beneficiar-se de indicação cirúrgica precoce, antes mesmo do aparecimento de sintomas.

O tratamento cirúrgico tem como principal objetivo devolver qualidade de vida ao paciente, com a recuperação pós operatória mais curta possível, sem abrir mão do resultado a longo prazo. As principais técnicas realizadas no Hospital Moriah são as cirurgias minimamente invasiva e robótica e o tratamento percutâneo (através de punções e cateteres).

  1. Retorno às atividades

Entendemos que o portador de doença valvar precisa de um ambiente acolhedor, de carinho e dedicação para sua jornada que se inicia com o diagnóstico, passa pelo acompanhamento, tratamento e termina quando o paciente é devolvido às suas atividades de vida diária. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui e acesse o book do Instituto de Doenças Valvares do Hospital Moriah.

Informe publicitário publicado nas edições de dezembro das revistas Fazenda Boa Vista (n.º 39) naBaroneza (nº 110). Para conferir o conteúdo na íntegra, clique aqui.  


Compartilhe nas redes sociais

Você também poderá gostar de ler...

Saiba tudo sobre leucemia mieloide aguda

Saiba tudo sobre leucemia mieloide aguda

O quadro "O Hospital Responde", produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV, convidou a Dra. Daniela…

Continue lendo

Saiba mais sobre a insônia

Saiba mais sobre a insônia

O quadro "O Hospital Responde" (produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV) convidou o Dr. Djacir…

Continue lendo

Alzheimer: entenda os fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença

Alzheimer: entenda os fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença

No quadro "O Hospital Responde" (produzido pelo programa Domingo Espetacular, da Record TV), o Dr. Eduardo Sousa,…

Continue lendo