Cientistas dos Estados Unidos descobriram no fundo do mar e reproduziram em laboratório uma molécula que pode ajudar no tratamento de Parkinson. O repórter André Tal, que tem a doença, conversou com o pesquisador responsável pelo estudo e com o neurocirurgião do Hospital Moriah, Dr. José Oswaldo de Oliveira, para entender de que forma essa novidade pode impactar no tratamento dos pacientes. Confira na reportagem do Jornal da Record (Record TV).


Compartilhe nas redes sociais

Você também poderá gostar de ler...

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

Saiba qual é a relação entre hérnia abdominal e obesidade

As hérnias abdominais atingem entre 20% e 25% da população adulta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hérnia.…

Continue lendo

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Saiba quais podem ser os efeitos colaterais da quimioterapia

Segundo um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foram registrados 625 mil novos casos de câncer no Brasil somente…

Continue lendo

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

Saiba quais são os riscos da alergia alimentar

De acordo com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), cerca de 8% das crianças sofrem com algum tipo…

Continue lendo